Você sabe o que são mini implantes? Vale a pena conferir

A ancoragem ortodôntica através de mini-implantes tornou-se uma alternativa ímpar no
tratamento de pacientes adultos com más posições dentárias, bem como para edêntulos parciais,
em que a ancoragem convencional traria limitações no tratamento

Em Ortodontia, a movimentação ocorre a partir da aplicação de força a um
elemento dentário por meio de dispositivos, como elásticos, molas e dobras nos os.
Entretanto, de acordo com a terceira Lei de Newton, a toda ação corresponde a uma
reação de igual magnitude e, em sentido oposto. Assim, quando uma força ortodôntica
é aplicada a um dente com o objetivo de movimentá-lo em um determinado sentido,
os elementos dentários, que servem de apoio para aplicação desta força, sofrem uma
reação de movimentação com a mesma intensidade, porém, em sentido oposto, o que
em muitos casos representa um efeito colateral potencial na mecanoterapia ortodôntica
Esse princípio de biomecânica faz com que um dos fatores mais importantes do
planejamento do tratamento ortodôntico seja aplicar meios de evitar a movimentação
indevida de dentes , o que se denomina ancoragem, ou seja, a resistência
ao movimento dentário indesejado .
A utilização de implantes ósseo-integrados tornou-se uma realidade na
Ortodontia. A osseointegração é análoga à situação de um dente anquilosado que pode
ser submetido a forças ortodônticas sem sofrer movimentação, ou seja, pode servir
como unidade de ancoragem estável, já que a ausência de ligamento periodontal não
permite as alterações celulares que resultariam na movimentação .
Dessa forma, para minimizar a perda de ancoragem dentária, a utilização de miniimplantes é uma alternativa viável como ancoragem absoluta em Ortodontia, facilitando o tratamento ortodôntico e reduzindo a necessidade da cooperação do paciente .
Fonte:
Jean Cleiton Buchmann Machado
Luciano Copat
Humberto Thomazi Gassen
Ivana Ardenghi Vargas
Pedro Antônio Gonzalez Hernandez
Marcelo Frejman