5 dicas para saber se seu filho precisa de aparelho

5 dicas para saber se seu filho precisa de aparelho

Definir quando é o momento ideal para se colocar o aparelho ortodôntico em crianças é uma tarefa que exige a análise de uma série de fatores. Às vezes, os sinais são visíveis: um dente nascendo por cima de outro, uma arcada torta, uma mordida desalinhada. Mas nem sempre os problemas bucais das crianças estão visíveis aos olhos leigos dos pais. Em muitos casos, os problemas infantis surgem com origem muscular, tornando impossível a percepção pelos pais e mães. “Nos casos em que se identifica um problema muscular, é indicado um tratamento com uma fonoaudióloga. O aparelho entra para resolver os problemas ortodônticos, em um tratamento complementar”, diz a odontopediatra A. Mazzoni. Ela explica que o equilíbrio bucal da criança é atingido quando a língua tem a mesma força que o lábio, para que os dentes não fiquem mais para frente ou para trás. Uma vez fortalecida a musculatura interna e externa, daí sim é hora de escolher qual o aparelho ideal para seu filho. “Em geral, o aparelho móvel serve para o crescimento da arcada e corrigir os problemas musculares. Os fixos servem apenas para mover o dente que está torto”, aponta. A ortodontista L. Orsini ressalta que não existe uma idade certa para a criança colocar aparelho. “Vai depender do tipo de maloclusão (tipo de mordida) de cada um. Talvez a hora mais adequada seja quando todos estiverem de acordo. O tratamento de uma criança envolve a família toda. E se os pais não aderirem ao tratamento os resultados serão infrutíferos”, destaca. Saiba se seu filho tem problema ortodôntico
– Observe a respiração da criança
– Veja se ela fica o tempo todo de boca aberta
– Cheque se não se alimenta adequadamente
– Preste atenção se ela baba no travesseiro à noite ou se ronca
– Se chupa o dedo ou mama na mamadeira
Em caso de um ou mais sintomas, é preciso procurar um especialista.
Fonte :Terra