Baixa imunidade, estresse, genética e até TPM podem ser causas de afta

 Baixa imunidade, estresse, genética e até TPM podem ser causas de afta

Após comer uma fruta ou um alimento ácido, enxágue bem a boca – assim, a chance de afta diminui. E a melhor prevenção é a higiene oral e uma boa alimentação, para que o sistema imunológico fique forte.
Não dá para saber exatamente quando a afta aparece por um problema emocional ou uma deficiência no organismo. Muitas vezes, as duas questões andam juntas.

Pessoas de todas as idades podem ter esse incômodo, mas ele é mais comum em crianças e menos comum em idosos, pois com a idade a mucosa da boca fica mais grossa.
A palavra “afta” vem do grego e foi usada por Hipócrates, considerado o pai da medicina. Significa “Eu queimo, incendeio, ardo”.
Indivíduos que fumam mais de um maço de cigarro por dia dificilmente apresentam afta, porque o tabaco provoca uma queratinização maior da mucosa da boca, ou seja, uma espécie de calo que impede a penetração de elementos estranhos.
Uma vez que a afta surge, não existe uma fórmula de eliminá-la. A ferida leva entre 10 e 14 dias para cicatrizar. Para aliviar, uma dica é bochechar água com um pouco de bicarbonato de sódio e cuspir — o bicarbonato não deve ser engolido. Não é bom colocar bicarbonato diretamente na afta, pois isso pode irritá-la mais. Sal também não ajuda, porque desidrata a mucosa.
Nós fizemos uma enquete no site do Bem Estar e 48% das pessoas não fazem nada e esperam a afta passar. Os demais tentam produtos para melhorar: 17% colocam sal e 35% usam remédios (o resultado completo está no fim do texto).
Como muitos fatores podem causar afta, também é difícil ter um tratamento que elimine de vez esse problema.
Aparelho ortodôntico
Aparelhos bucais corrigem o posicionamento dos dentes e da mordida, evitando dores e desconforto.
Hoje, de cada cinco pacientes em tratamento com aparelhos, um é adulto. O aparato é indicado para resolver má-posição dentária e problemas na articulação temporomandibular (ATM), que podem causar dores de cabeça, ouvido, pescoço e ombros.
As crianças podem usar aparelho a partir do momento em que a troca dos dentes de leite para os permanentes terminar. Na fase adulta, não existem restrições de idade.
O aparelho fixo consiste em pequenos quadradinhos de metal, os “brackets”, que são colados nos dentes com resina. Por eles, passa um fio de níquel-titânio, que faz força sobre os dentes para colocá-los na posição desejada. O tratamento, que dura em média entre dois e três anos, serve para acertar o espaçamento entre os dentes e melhorar o encaixe da mordida.

Você tem sensibilidade dentária?

Você tem sensibilidade dentária?

Você sofre de sensibilidade dentária?Quando uma bebida gelada, uma limonada mais ácida ou um chá quentinho já são suficientes para causar dor e desconforto é sinal de que algo precisa ser feito para aliviar esta sensibilidade.
Isso acontece quando o esmalte do dente é desgastado e deixa a dentina exposta. Dentina é a camada que possui prolongamentos do nervo ( existente na polpa dentária). Quando desprotegida,seja de gengiva por retração ou do esmalte dentário por desgaste ou abrasão, provoca dores devido a falta da superfície de proteção e exposição a boca dessa camada mais interna do dente.

A dor ou desconforto é confundida por muitos, com a dor de cárie. Isso se justifica pois ambas, cárie e hipersensibilidade dentinária, atuam em limites bastante próximos e excitam a porção que contém os prolongamentos nervosos dos dentes, a dentina.

A diferença é que a cárie é uma doença com infecção bacteriana e destruição de parte do dente. O dentista é o profissional capaz de diferenciar uma de outra e informar o paciente dos riscos e tratamentos necessários.

Quanto aos cuidados diários, muito se fala sobre a imprtância do apoio de bochechos e cremes dentais para alívio desses sintomas. O fato é que não podemos esquecer de avaliar as cerdas e perfil de escovação de pacientes com hipersensibilidade nos dentes.

Geralmente são pessoas que fazem força ao escovar e usam cerdas de dureza mais consistente ou inadequada a situação de sua boca. O trauma de escovação, por exemplo, pode levar a retração das gengivas e aumento da abrasão dentária, especialmente se esse ato for praticado imediatamente após a ingestão de alimentos ácidos.

Recomenda-se esperar até 30 minutos após as refeições para escovar os dentes, diminuindo o potencial traumatizante desse ato, graças a fluidificação da saliva que reequilibra os efeitos dessa acidez e ajuda na redução do potencial traumático da escovação.

Nesses casos de hipersensibilidade é recomendável o uso de escovas com cerdas extra macias ou ainda mais amaciadas. Se você tem dentes sensíveis chegou a hora de consultar o seu dentista e se informar desses e de outros cuidados fundamentais a saúde e o bem estar.

Adaptado Via TePe