Sorriso masculino pode influenciar nas decisões das mulheres

Sorriso masculino pode influenciar nas decisões das mulheres

Que o sorriso caloroso de um homem é encantador, a gente sempre soube. Mas um estudo publicado pelo Daily Mail diz que o sorriso masculino tem um poder muito mais forte nas mulheres: faz com que elas fiquem mais submissas.
Os pesquisadores responsáveis pelo estudo, da Universidade de Granada na Espanha, realizaram diferentes experiências para detectar qual o impacto do sorriso de um homem na linguagem corporal feminina, e como a percepção delas mudava após o sinal amistoso.
E o estudo revelou que as mulheres tendem a assumir uma postura mais tímida e submissa quando um homem sorri para elas – mesmo quando a informação que é passada é negativa.
A especialista em linguagem corporal Patti Wood explica: “Mesmo que exista dissonância entre o que é dito e o que o corpo está fazendo, as mulheres vão olhar para o corpo”. E ela ainda aconselha as mulheres a prestarem mais atenção na mensagem, e não apenas na linguagem corporal: “Se elas veem um sorriso, então a interação parece mais amigável. Pense na mensagem verbal antes de responder”.
homem-sorrindo-586x565
Foto: Tawkify
Fonte: Band

Vinte alimentos deixam dentes mais brancos e fortes

Vinte alimentos deixam dentes mais brancos e fortes

A ida ao dentista pode garantir um bom tratamento para clarear os dentes, mas, ao escolher os alimentos certos, é possível ajudar a deixá-los mais brancos e fortes. A nutricionista, Vanessa Pimentel, separou cardápios e curiosidades para tirar o melhor que os alimentos podem oferecer para a saúde bucal.

Com algumas dicas, além de se beneficiar com uma boa seleção de pratos, é possível neutralizar alimentos prejudiciais para os dentes. Vanessa recomenda lanches com alimentos cariostáticos e anticariogênicos, como queijo, nozes, pipoca e hortaliças. “Após comer um pirulito, mastigue uma castanha, e prefira comer a bisnaguinha com queijo”, diz.

Confira alguns alimentos amigos dos dentes brancos

Morango
Morangos in natura são um prato cheio para quem quer manter os dentes brancos. A fruta contém ácido málico, um adstringente natural que ajuda a retirar manchas. Além da vitamina C, que ajuda a combater o acúmulo de placa.

Queijos
A caseína, um tipo de proteína encontrada principalmente no queijo, ajuda na reparação do esmalte dos dentes, junto com o cálcio e fósforo também presentes em produtos lácteos. Queijos duros, como o parmesão, são bons para o clareamento. Apenas um pedaço aumenta o fluxo de salivação que ajuda a eliminar restos de alimentos e neutraliza o pH da boca, que fica menos ácido e propenso à deterioração dos dentes.

Espinafre
Rico em fibras, o espinafre faz uma limpeza natural dos dentes, além de aumentar o fluxo salivar. Estudos mostram também que o ácido oxálico do espinafre pode interferir na absorção do cálcio presente em leites e seus derivados.

Maçã
A maçã é fibrosa e já limpa os dentes a cada mordida, além de estimular o fluxo salivar.

Iogurte
Alimentos lácteos são ricos em proteínas, cálcio, fósforo e ácido láctico, que ajudam a combater bactérias e fortalecer os dentes.

Salmão
Salmão tem cálcio e vitamina D, a dupla perfeita para dentes fortes e saudáveis.

Leite
Os produtos lácteos (leite, iogurte sem gordura) intensificam a remineralização dos dentes e contêm cálcio.

Pera
A fruta ajuda a eliminar o biofilme oral – placa bacteriana – já que é fibrosa e limpa os dentes naturalmente. A pera também aumenta o fluxo de saliva, que defende os dentes contra cáries e doenças da gengiva.

Pepino
produzem saliva que, combinada com as fibras naturais dos alimentos, naturalmente limpa os dentes e remove bactérias.

Goma de mascar sem açúcar
Mascar gomas sem açúcar, por 15 a 20 minutos após as refeições e lanches é recomendado pelos dentistas. A goma adoçada com xilitol é um agente anticárie. O xilitol é um açúcar de cinco carbonos que não pode ser metabolizado pelas bactérias orais. Vinte minutos de mastigação parecem causar um aumento no ph salivar para mais de 5,5 vezes.

Castanha-do-Pará
Os óleos contidos na castanha do Pará ajudam a formar uma película sobre os dentes, reduzindo a capacidade das bactérias grudarem neles.

Brócolis
Brócolis contém ferro e cálcio, que juntos formam uma barreira que protege o esmalte dos dentes.

Cenoura
Estimula a salivação, assim, mantêm a boca hidratada e ajuda a remover o biolfime oral – placa bacteriana.

Hortaliças em geral
As hortaliças cariostáticos e anticariogênicos, o que contribui para a saúde dos dentes.

Nozes
As nozes também ajudam a formar uma película sobre os dentes.

Frango
O frango é um alimento cariostático, ou seja, que não contribui ao desenvolvimento da cárie.

Ovos
O ovo, assim como o frango, não ajuda na instalação da cárie no dente, sendo recomendado para consumo de quem quer deixa-lo forte e branco.

Gorduras
As gorduras também não contribuem para o aparecimento de cáries, pois formam uma película oleosa nos dentes.

Água
A ingestão de água, além de ser necessária para as funções vitais do organismo, é importante para o mecanismo de limpeza dos dentes.

Beta

Terra

Dente e Urina

Dente e Urina

Chineses “recriam” dente através da urina.

Usando urina como fonte de células-tronco, pesquisadores conseguiram desenvolver estrutura dentária rudimentar

Cientistas chineses criaram dentes rudimentares a partir de algo que poderia ser considerado improvável: a urina humana.

O resultado do estudo, apresentado pela publicação científica Cell Regeneration Journal , mostrou que a urina pode ser utilizada como fonte de células-tronco que seriam capazes de se transformar em pequenas estruturas parecidas com os dentes humanos.

O time de cientistas da China espera que a técnica possa ser desenvolvida para possibilitar a reposição de dentes perdidos.

No entanto, outros pesquisadores de células-tronco ponderam que para atingir esse objetivo muitos obstáculos ainda precisam ser vencidos.

Times de pesquisadores em todo o mundo estão estudando maneiras criar novos dentes para repor aqueles perdidos pela idade ou por má higiene bucal.

Urina

As células-tronco, que são as células capazes de se transformar em qualquer outro tipo de tecido, são assunto popular de pesquisas.

Os pesquisadores do Guangzhou Institutes of Biomedicine and Health, na China, utilizaram a urina como ponto de partida para seus experimentos.

Células que normalmente são expelidas pelo corpo, através do sistema urinário, foram alteradas em para que se tornassem células-tronco.

Uma mistura dessas células com outros materiais orgânicos retirados de ratos foi então implantada nos próprios roedores.

Os cientistas chineses afirmaram que depois de três semanas o grupo de células começou a se parecer com um dente: “a estrutura parecida com o dente continha polpa dental, dentina, espaço de esmalte (área vazia do dente que possivelmente poderia ser ocupada pelo esmalte) e órgão de esmalte (estrutura que precede o surgimento do esmalte no dente)”.

Entretanto, o dente criado pelos chineses não era tão rígido quanto um dente natural.

Mas ainda que o resultado do estudo chinês não venha a ser utilizado pelos dentistas como uma opção viável, seus pesquisadores defendem que pode nortear pesquisas mais aprofundadas para se chegar ao “sonho final de total regeneração do dente humano para terapia clínica”.

Fonte inadequada

Para o professor Chris Mason, da University College of London (UCL), a urina utilizada pelos chineses foi um ponto de partida inadequado.

“Esta (a urina) é provavelmente uma das piores fontes, pois existem muito poucas células desde o início (do processo) e a eficiência de transformá-las em células-tronco é muito baixa”, rebate Mason.

“Você simplesmente não faria (a pesquisa) dessa forma”, reforça o pesquisador da UCL.

O cientista também alertou sobre os riscos de contaminação, como aquela causada por bactérias, que seriam bem maiores se comparados ao uso de outros tipos de células.

“O grande desafio aqui é que o dente tenha polpa com nervos e vasos sanguíneos que temos que ter certeza que se integrariam para se transformarem num dente permanente”.

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/2013-07-30/chineses-recriam-dente-a-partir-da-urina.html