Nutrição simplificada

Nutrientes são aquelas substâncias presentes nos alimentos fundamentais para o bom funcionamento do corpo. Entenda melhor cada um deles e como eles podem contribuir para a sua saúde e bem-estar.

1
Água e líquidos
Assim como nosso planeta, nosso corpo, em sua maior parte, é constituído por água. Os líquidos compõem cerca de 2/3 dele. E, como diariamente ocorrem perdas destes líquidos corporais através da respiração, suor e urina, é preciso repor o que foi perdido.
2
Carboidratos
Os carboidratos são os nutrientes responsáveis por fornecer energia para todas as atividades do dia a dia. Por isso, são recomendados como a base de uma alimentação equilibrada. No mínimo 55% das calorias da alimentação devem vir deste nutriente.

3
Fibras
As fibras são um tipo de carboidrato que não é digerido pelo corpo humano. Elas são encontradas em grãos, verduras, legumes, feijões, frutas e em produtos derivados desses alimentos, como cereais matinais e pães integrais.

Gorduras Trans
As gorduras trans são um tipo de gordura presente em diversos tipos de alimentos. Saiba um pouco mais sobre elas.

4
Gorduras
As gorduras são nutrientes fundamentais para o bom funcionamento do corpo. Elas fazem parte do processo de absorção de algumas vitaminas, da manutenção das membranas das células e são importantes para dar sabor, consistência e textura aos alimentos.

5
Proteínas
As proteínas são os nutrientes responsáveis pela composição dos músculos e tecidos do corpo, como a pele, por exemplo. Elas também são importantes para o crescimento, a cicatrização, a formação do sistema imunológico e a composição de enzimas e hormônios.

6
Sal e Sódio
O sal e o sódio muitas vezes são confundidos, apesar de serem dois nutrientes diferentes. O sal de mesa é composto por dois elementos: sódio e cloreto. O sódio, portanto, é apenas um dos elementos que compõe o sal, representando 40% da sua composição.

7
Vitaminas e Minerais
Vitaminas e minerais são nutrientes essenciais para o corpo funcionar corretamente, mesmo que necessários em pequenas quantidades.

Via Vida Saudável – Sadia

Língua é indicador de doenças; saiba mais

Língua é indicador de doenças; saiba mais

Que a boca é um grande indicador biológico para saber como anda a saúde de cada paciente, já é sabido. Mas não são somente os lábios, garganta e gengivas que apontam problemas sistêmicos. A língua é uma grande fonte de informações sobre a saúde de cada um e, por isso, examinar os aspectos dela (coloração, textura e odor) pode ser determinante para o diagnóstico de patologias.

No exame clínico da língua, a alteração na cor pode indicar, por exemplo, uma anemia, se estiver muito esbranquiçada. “Lesões aftosas indicam uma estomatite, ou alguma doença que esteja provocando queda da imunidade do paciente. Porém, o diagnóstico nunca deve ser definido avaliando apenas um aspecto, outros dados clínicos devem ser considerados, para definir um resultado”, diz a odontopediatra Alessandra Rentes.

Por isso, sendo a língua tão importante – do ponto de vista clínico – quanto os dentes para a manutenção de uma boa saúde bucal, nunca é demais reforçar os cuidados com a higiene dela, pois grande parte dos pacientes acaba se preocupando apenas com a aparência do sorriso.

“A língua tem uma textura que acumula biofilme da mesma forma que as outras estruturas da boca. Se não higienizada acumula bactérias causa halitose e infecções bucais. Sua higiene pode ser feita com a própria escova de dentes e se o paciente tiver ânsia pode lançar mão dos limpadores de língua disponíveis no mercado, sempre fazendo o movimento de dentro pra fora para facilitar essa higiene”, complementa.