Aplicação de Toxina Botulínica para correção do Sorriso Gengival.

Indicações: Alguns pacientes elevam dramaticamente o lábio superior ao sorrirem, o que revela grande parte do tecido gengival, normalmente conhecido como ‘sorriso gengival’.

Considerações anatômicas: O lábio superior é elevado, durante o sorriso, pelo músculo elevador do lábio superior e da asa do nariz. Esse músculo origina-se no processo frontal da maxila e insere-se na pele da porção lateral da narina e do lábio superior. A contração unilateral desse músculo resulta num deslocamento lateral do lábio, tanto que esse músculo é conhecido como ‘músculo do Elvis (Presley).

Técnicas de injeção: Anestesia tópica pode ser usada, embora essa única injeção de cada lado normalmente seja bem tolerada sem anestesia.
O músculo elevador do lábio superior e da as do nariz fica imediatamente lateral ao nariz; 1 a 2 UB são usadas nessa área.

Aplicação de Toxina Botulínica para correção do Sorriso Gengival

Precauções: Essa injeção alongará o lábio superior. Deverá ser usada com cautela em pacientes mais velhos, que podem ter lábios superiores compridos. Pacientes mais jovens pode se beneficiar mais desse procedimento do que os pacientes idosos.
Deverá ser usada com cautela nos paciente que não toleram um enfraquecimento do lábio superior. Exemplos: músicos que tocam instrumentos de sopro.

Instruções pós-aplicação: Nenhuma. Hematoma é improvável.

Riscos: O excesso de tratamento dessa área pode causar queda severa do lábio superior.

Procure um profissional habilitado para verificar se a técnica é aplicável ao seu caso.

Ortoblog