Teste da linguinha em recém-nascidos.Saiba o que é.

 O Teste da linguinha é um exame feito no bebê para identificar alterações no frênulo lingual, uma pequena membrana que fica embaixo da língua e a conecta com o assoalho da boca. Essa avaliação serve para diagnosticar a língua presa, um problema que não prejudica apenas a fala.

 Foto: Arquivo pessoal Roberta Martinelli / Divulgação

Acima, crianças e adultos sem diagnóstico precoce da língua presa, apresentando já alterações na fala, na mastigação e na deglutição

 

O protocolo de avaliação do frênulo da língua para bebês foi
desenvolvido durante o mestrado da Fonoaudióloga Roberta Lopes de Castro Martinelli na Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidadede São Paulo.

Com a aplicação desse protocolo é possível identificar
se o frênulo lingual limita os movimentos da língua, que são importantes para sugar, mastigar, engolir e falar.
Pesquisas em todo o mundo têm comprovado a importância do
diagnóstico e intervenção precoce dessa alteração. Com a aprovação dessa lei, o Brasil torna-se o primeiro país a oferecer esse teste em todas as maternidades.

Por fazerem muito esforço para mamar, os bebês com língua presa acabam gastando energia, o que pode levar à dificuldade para ganhar peso, além de aumentar o risco de machucar o mamilo da mãe. “Normalmente as mães começam a achar que o leite é fraco e acabam introduzindo a mamadeira. Elas também relatam ferimentos e muita dor nos mamilos”, diz a especialista.

Na introdução da papinha, os bebês com língua presa podem apresentar dificuldade para engolir e até sofrer engasgos. Quando começam a mastigar, os alimentos mais sólidos e fibrosos passam a ser um verdadeiro desafio para eles. “No caso da carne vermelha, por exemplo, eles acabam a cuspindo no final por dificuldade de ingerir”, diz Roberta.

PAIS E RESPONSÁVEIS
Peça o teste da linguinha: é eficaz, rápido e não dói.
Língua presa é uma alteração comum, mas muitas vezes ignorada.
Ela está presente desde o nascimento, e ocorre quando uma pequena porção de tecido, que deveria ter desaparecido durante o desenvolvimento do bebê na gravidez, permanece na parte de baixo da língua, limitando seus movimentos.
O teste da linguinha é um exame padronizado que possibilita diagnosticar e indicar o tratamento precoce das limitações dos movimentos da língua causadas pela língua presa que podem comprometer as funções exercidas pela língua: sugar, engolir, mastigar e falar.

Como fazer o teste da linguinha
O teste da linguinha deve ser realizado por um profissional da
área da saúde qualificado, como por exemplo, o fonoaudiólogo , médico ou odontopediatra. Ele deve elevar a língua do bebê para verificar se a língua está presa, e também observar o bebê chorando e sugando. O exame não tem contraindicações.
Recomenda-se que a avaliação do frênulo da língua seja inicialmente realizada na maternidade. A avaliação precoce é ideal para que os bebês sejam diagnosticados e tratados com sucesso.
O que fazer se a maternidade ou hospital não tiver realizado o
teste Avise o pediatra ou profissional da saúde logo na primeira consulta.

Resultado
Existem graus variados de língua presa, por isso a importância de
haver um teste que leva em consideração os aspectos anatômicos e funcionais para fazer um diagnóstico preciso e indicar a necessidade da realização do “pique no frênulo que está preso na língua”. Se o resultado da avaliação do protocolo indicar a presença da língua presa, o procedimento de liberação do frênulo lingual, popularmente conhecido como “pique na língua”, deve ser realizado por um profissional médico ou dentista.
Quanto mais cedo, melhor
É importante que seu bebê faça o exame o mais cedo possível,
preferencialmente no primeiro mês de vida, para que se descubra, com a maior antecedência, se tem língua presa, evitando dificuldades na amamentação,possível perda de peso e, principalmente, o desmame precoce,com introdução desnecessária da mamadeira.

Seguir essas recomendações faz toda diferença para a amamentação e consequentemente para a boa saúde do seu filho.
Exercícios ou cirurgia simples curam língua presa Foto: Shutterstock