Qual a diferença entre inflamação e infecção?

Qual a diferença entre inflamação e infecção?

Autor: Dr. Luis Fernando Aranha Camargo, infectologista do Einstein
Categoria: Proteja-se

Inflamação é uma resposta do organismo com manifestações diversas (inchaço, vermelhidão de superfícies corpóreas, febre, alterações de pressão arterial) a estímulos diferentes. Por exemplo, uma queimadura de pele é resultado de inflamação da mesma. Traumas, doenças inflamatórias e infecções são outras causas de inflamação. Seus efeitos são causados por substâncias produzidas pelo próprio organismo (interleucinas, prostaglandinas e outros) e esta reação, se não exagerada, é uma proteção contra os insultos ao organismo.

Infecções são causa frequente de inflamação e, necessariamente, são causadas por um agente infeccioso, como vírus, bactérias, fungos e protozoários. A inflamação que causam depende do tipo de agente infeccioso e do local do organismo onde se instala. Por exemplo, vírus em vias aéreas superiores causam um processo inflamatório cuja manifestação muitas vezes é a dor de garganta, a tosse, a coriza.

Infecções são, na maioria das vezes, tratadas com antibióticos (as infecções de vias aéreas virais muitas vezes não necessitam tratamento, por exemplo, diferentemente de uma pneumonia por bactérias). Estas drogas têm a função de erradicar os agentes infecciosos e cessar as repercussões causadas por eles.

Já os anti-inflamatórios agem exclusivamente no controle e alívio das manifestações da inflamação. Estas drogas, que muitas vezes são usadas com os antibióticos, para aliviar os sintomas inflamatórios associados, podem ser de diversas classes, tanto esteroides (corticoide) como não-esteroides (ácido acetilsalicílico, indometacina, naproxeno e outros). Devem ser usados com cautela, pois não substituem a ação de antibióticos e podem ter efeitos colaterais sérios, como insuficiência renal, gastrite e sangramentos.