Origem do fio dental

O inventor do fio dental, produto que juntamente com a escova de dente é indispensável para nossa saúde bucal, foi um dentista de Nova Orleans, Levi Spear Parmly, em 1815. Este começou a recomendar a seus pacientes que utilizassem seu próprio fio dental, feito de seda.

No entanto, Parmly recomendava o uso de sua invenção apenas a seus pacientes, em pequena escala. A produção em larga escala do fio dental se iniciou com a empresa Codman & Shurtleft, em 1882. Contudo, foi a Johnson & Johnson que obteve a primeira patente do fio dental, em 1898.

 

Até então, o produto era de seda, diferentemente do fio dental que conhecemos hoje em dia.

O fio de nylon foi desenvolvido por Charles C. Bass, o qual o melhorou bastante, aumentando sua elasticidade e principalmente sua resistência. O fio dental é tão importante para a higiene bucal pelo fato de poder eliminar certos resíduos de alimentos e placas bacterianas entre os dentes que as escovas não conseguem.