Arquivo da categoria: Prótese

Higienização de próteses totais

Foto:CSI

Que tipo de escova deve ser usada para limpar a prótese total?

Existe uma escova dental projetada para dentaduras, cuja característica é a presença de dois comprimentos de cerdas – curtas para higienizar a parte externa e os dentes da prótese, e longas para higienizar a parte interna da dentadura, que é de acesso difícil para a escova comum.

Essa escova não é encontrada com a mesma facilidade para compra como a escova comum, mas pode ser substituída por uma escova macia.

Que produtos devem ser utilizados para complementar a higienização da prótese total?

Atualmente, os fabricantes de escovas dentais já apresentam uma linha de produtos efervescentes para higienização química das próteses, contribuindo para diminuir a dificuldade encontrada pelos idosos ou portadores de problema de coordenação motora. É importante ressaltar que o uso de produtos efervescentes não substitui a higienização com escova e pasta.

Como deve ser feita a higienização bucal do desdentado?

Nos pacientes idosos, freqüentemente portadores de dentadura, o fluxo salivar está diminuído, influenciado também pelo uso de medicamentos, o que pode gerar o início da halitose e maior número de cálculos. Para evitar várias doenças como a candidose, causada por fungo que pode se manifestar na boca, deve-se ter cuidado com a higiene bucal e a limpeza das próteses.

As dentaduras podem ser higienizadas mecanicamente com escovas apropriadas, dentifrício ou sabão e água fria, sempre após as refeições.

Recomenda-se, antes de iniciar a higiene, colocar uma toalha dentro da pia, pois em caso de queda, a prótese não se quebrará. Pode-se completar essa higiene com uma limpeza química com produtos efervescentes ou deixar a prótese em um copo com água e bicarbonato durante a noite.

Deve-se sempre explicar ao paciente que o uso de produtos caseiros como água sanitária ou pós de limpeza (tipo Sapólio) não são indicados, uma vez que descolorem e arranham o acrílico.

Para a higienização da boca, deve-se escovar a língua com movimentos suaves utilizando uma escova macia e creme dental ou limpador de língua encontrado no mercado. Pode-se fazer bochechos com anti-sépticos bucais ou água filtrada e bicarbonato de sódio (2 colheres de chá em um copo com água).

É necessário ficar algum período do dia ou da noite com a prótese fora da boca?

Este é um assunto difícil. Enquanto muitos autores recomendam a remoção das próteses durante a noite, para que os tecidos não fiquem sob ação das próteses e dos possíveis microorganismos a elas associados, a maioria dos pacientes não aceitam essa conduta, pois se sentem constrangidos psicologicamente em tê-las em um

copo. Outro motivo para não dormir com as dentaduras é a diminuição da sua estabilidade e retenção, pois a tendência do paciente é “segurá-las” pela ação muscular ou apertando os dentes durante toda a noite, o que ocasionará dor devido à parafunção. Portanto, é recomendável dormir sem a dentadura, deixando-a sempre em um copo com água e bicarbonato ou produto efervescente para limpeza durante a noite.

Quando não é mais possível higienizar a prótese a ponto de ela ter de ser substituída?

As próteses totais devem ser substituídas no máximo a cada cinco anos, pois os requisitos funcionais e estéticos estarão comprometidos, mesmo que tenham sido cuidadas e higienizadas rigorosamente. Durante esse tempo, deve ter havido controles para se checar tecidos moles, adaptação, oclusão, higiene e de cavidade oral.

Pacientes que tiveram tártaro nos dentes naturais provavelmente terão nas dentaduras artificiais. Não é difícil evitar que ele se forme se for feita uma higienização correta, pois caso contrário, a prótese terá odor desagradável, e a mucosa oral se apresentará inflamada.

Devo usar produtos de fixação?

Quando se coloca um novo par de dentaduras, pode parecer ao paciente que elas estão frouxas, ocasião em que o profissional aconselha que se polvilhe um pouco de pó adesivo na parte interna das mesmas por poucos dias até a adaptação.

Os produtos de fixação não devem ser usados constantemente, pois aumentam a pressão da dentadura sobre os tecidos. Estes não suportam essa pressão aumentada e se contraem, fazendo com que cada vez maiores quantidades de pó sejam necessárias para que a dentadura não fique, na percepção do paciente, frouxa. O uso exagerado do pó adesivo poderá, portanto, levar à necessidade de reembasar ou trocar a dentadura antes do tempo.

Fonte :APCD

Saiba mais sobre Prótese dentária

PRÓTESE DENTÁRIA

CUIDADOS
MANUTENÇÃO
HIGIENE

História e Recomendações

Durante muitos anos o homem procura utilizar diversos tipos de materiais e técnicas para substituir os dentes naturais perdidos. Marfim, madeira, metal, porcelana, resinas entre outros materiais foram utilizados em aparelhos para substituir artificialmente os dentes.

Por melhores que sejam, nenhum destes materiais são como os dentes naturais.

Assim, cuidar dos dentes naturais e manter a saúde bucal são as melhores opções para um sorriso
bonito e uma mastigação eficiente.

Cuide bem de seus dentes, mas se precisar de uma substituição protética, mantenha os mesmos cuidados com as suas próteses para que não ocorram problemas posteriores.

O que é prótese dentária

Prótese dentária é utilizada para a substituição dos dentes naturais perdidos por dentes artificiais e reconstituição das estruturas adjacentes.

TIPOS DE PRÓTESE

Quando se perde todos os dentes usa-se:

Prótese Total Sobre Mucosa

Prótese Total Sobre Implante

 

 

 

Quando se perdem alguns dentes usa-se:

Prótese Parcial Removível

Prótese Parcial Fixa Sobre Raízes

Prótese Fixa Sobre Implantes

Como manter sua prótese limpa

Todas as próteses devem ser escovadas após cada refeição.

Prótese total: Escove a prótese por dentro e por fora, sempre com uma toalha sobre a pia.
Retire as suas próteses da boca antes de dormir, conservando-as em recipiente úmido.

Prótese parcial removível: Escove a prótese por dentro e por fora, escove seus dentes, língua e bochechas. Utilize sempre o fio dental e a escova interdental.

Prótese Fixa: Utilize escova macia, limpe os espaços entre a prótese e a gengiva com escovas interdentais e use fio dental diariamente.

Cuide bem da sua prótese

Visite seu cirurgião-dentista a cada seis meses. Próteses mal adaptadas e restos dentários podem causar câncer bucal.

UTILIZE SEMPRE ESCOVAS ADEQUADAS PARA SEU TIPO DE PRÓTESE.

NUNCA UTILIZE PRÓTESES QUEBRADAS, TRINCADAS OU MAL ADAPTADAS.

NUNCA COLE NEM CONSERTE VOCÊ MESMO SUAS PRÓTESES.

O RESPONSÁVEL POR FAZER AS PRÓTESES E POR CONSERTÁ-LAS É O CIRURGIÃO-DENTISTA.

Fonte: Folders – CROSP – Conselho Regional de Odontologia de São Paulo
Câmara Técnica de Prótese Dentária

Fotos: google

Com 5 passos é possível manter dentes saudáveis na velhice

 Nunca é tarde para cuidar da saúde bucal.

untitled

 

Ainda assim, o ideal é começar com esses cuidados desde a gravidez. Como esse conceito é relativamente novo, os idosos ainda sofrem com as consequências de uma vida de negligência com os dentes. Mas em apenas cinco passos, é possível ter uma relação saudável com sua boca na terceira idade.

Faça o autoexame
Nessa fase da vida, existe a possibilidade de surgirem lesões, decorrentes de próteses mal adaptadas ou de algum outro fator. Assim, é aconselhável fazer o autoexame mensalmente. Em frente ao espelho, em um local bem iluminado, procure por lesões na gengiva, bochechas, língua, assoalho e céu da boca. “Quando diagnosticadas no c2 momeço, essas lesões podem ser tratadas sem grandes transtornos”, diz a coordenadora do programa Envelhecer Sorrindo, Malu Frigerio, da Faculdade de Odontologia da USP

Use escova interdental
Quando uma pessoa perde um ou mais dentes, é possível que os outros dentes migrem para ocupar o espaço vazio. Para facilitar a higienização, a escova interdental é ideal. “Também nos casos de próteses fixas, ou de implantes, esse tipo de escova acessa lugares que uma escova de dentes comum não consegue, devido ao tamanho, curvatura, quantidade de cerdas”, afirma Malu Frigerio.

Estimule a salivação
Alguns medicamentos costumam alterar o fluxo salivar, como os antidepressivos, muito usados nessa etapa da vida. Quando a medicação não puder ser substituída, há meios para estimular a salivação, como a goma de mascar e frutas cítricas. Se a sensação ainda persistir é possível lançar mão de saliva artificial, disponível no mercado. “A saliva artificial no entanto precisa ser reposta com frequência no caso do atrito da prótese com a mucosa provocar lesões ulcerosas”, diz a especialista.

Cuide bem da dentadura
As próteses totais, conhecidas como dentaduras, devem ser higienizadas após cada refeição. A prótese deve ser segurada firmemente para evitar que caia e sofra uma fratura. O ideal é usar uma escova para prótese e um sabão neutro para remover resíduos de alimentos. Enxague abundantemente com água corrente.

Duas vezes por semana, é recomendado colocar as próteses, durante 30 minutos, em uma solução com 100ml de água e uma colher de chá de água sanitária ou vinagre branco. Também é preciso enxaguar bem. “Existem no mercado produtos efervescentes, que também são capazes de realizar essa função de limpeza”.

Outro ponto importante é limpar gengiva, língua e bochechas com uma escova de dentes macia.

Vá ao dentista
Assim como em qualquer fase da vida, os idosos precisam visitar o dentista regularmente. Em casos controlados, o ideal é ir de seis em seis meses.

Beta Terra

 

.

 

 

É possível sentir dor nos dentes da dentadura?

Dor associada aos dentes pode estar relacionada com outras áreas da boca, como gengivas e ossos ou com um desconforto psicológico

Os dentes da dentadura são artificiais, feitos de resina acrílica e não têm ligação direta com o sistema nervoso. Ainda assim, algumas pessoas juram sentir dor nos dentes da prótese.

 Foto: Stefan Delle / Shutterstock

Foto: Stefan Delle / Shutterstock
A dor nos dentes da dentadura, pode, na verdade, ser uma dor na gengiva ou consequência de fatores psicológicos
Foto: Stefan Delle / Shutterstock
No entanto, tendo em vista que a boca é o principal instrumento de adaptação, comunicação e sobrevivência dos indivíduos, a perda de dentes, total ou parcial, gera efeitos emocionais. “A utilização de próteses totais pode gerar certo desconforto psicológico, dificuldades de adaptação ou aceitação, bem como a vergonha de não se ter os dentes ou incômodos ao comer, que podem contribuir para um pior relato das condições de saúde bucal”, diz Valentim.

Tratamento multidisciplinar
Nestas situações, o profissional deverá ser cauteloso e minucioso durante à consulta do paciente. É importante que o cirurgião-dentista faça uma análise precisa para excluir qualquer possibilidade de outras doenças bucais que possam estar causando essa dor.

“Feito isso, ele deverá buscar por relatos, tensões e comprometimentos (emocionais, comportamentais, sociais e ambientais) do paciente que o levem à associação da sensação dolorosa com fatores psicológicos”, diz o especialista.

Para isso, um tratamento multidisciplinar pode e deve ser levado em consideração.
“Nos casos em que variáveis psicológicas podem estar relacionadas no processo de diagnóstico, tratamento e reabilitação, o tratamento do cirurgião-dentista associado ao psicólogo visará o atendimento integral do paciente a fim de garantir seu bem estar e saúde”, diz Valentim.

Remédios caseiros aliviam dor causada pela dentadura

Perder os dentes não é fácil e a adaptação com a dentadura pode não ajudar. É preciso ter paciência para a boca se acostumar com os novos dentes Foto: Shutterstock
Perder os dentes não é fácil e a adaptação com a dentadura pode não ajudar. É preciso ter paciência para a boca se acostumar com os novos dentes Nesse estágio, pode ser que a prótese fique um pouco solta e até cause feridas na gengiva. Se a prótese escorregar, a reposicione mordendo delicadamente e engolindo

 

Perder os dentes não é fácil e a adaptação com a dentadura pode não ajudar. É preciso ter paciência para a boca se acostumar com os novos dentes Foto: Shutterstock

Mesmo sem os dentes, a boca precisa ser higienizada, principalmente se há lesões. Assim, é possível se proteger contra infecções

Perder os dentes não é fácil e a adaptação com a dentadura pode não ajudar. É preciso ter paciência para a boca se acostumar com os novos dentes Foto: Shutterstock

Enxaguar a boca com água morna e sal ajuda a cuidar das feridas da boca. O sal tem características antibacterianas e cicatrizantes

Perder os dentes não é fácil e a adaptação com a dentadura pode não ajudar. É preciso ter paciência para a boca se acostumar com os novos dentes Foto: Shutterstock

Gel de aloe vera também atua para diminuir a dor na gengiva. Mas é imprescindível falar com um dentista antes de lançar mão de qualquer tratamento.

Perder os dentes não é fácil e a adaptação com a dentadura pode não ajudar. É preciso ter paciência para a boca se acostumar com os novos dentes
Perder os dentes não é fácil e a adaptação com a dentadura pode não ajudar. É preciso ter paciência para a boca se acostumar com os novos dentes
Foto: Shutterstock
Agência Beta

 

Dicas para usuários de próteses

 

 

O uso de pastilhas efervescentes na higienização da prótese ajuda na limpeza. É um coadjuvante na higienização.Foto: Shutterstock
02dentadura
Estudo desaconselha dormir com dentaduras Uso de prótese durante o sono duplica o risco de pneumonia em pessoas idosas, segundo estudo recente. Saúde e higiene bucal deficientes são cada vez mais reconhecidas como um dos os principais fatores de risco para desenvolvimento de pneumonia em idosos. E há muitas pesquisas nesse sentido que relacionam a saúde bucal e a pneumonia. Usuários de prótese total, durante o sono normalmente tendem a ter práticas inadequadas de higiene bucal e vão com menor regularidade ao dentista, o que pode aumentar as chances de desenvolvimento de cárie dentária e doença periodontal, além de poder desenvolver uma infecção fúngica comum chamada candidíase. Os pesquisadores investigaram associações entre comportamentos de saúde bucal e a incidência de pneumonia em 524 idosos selecionados aleatoriamente com idade média de 87,8 anos, vivendo na região metropolitana de Tóquio, Japão. Ao longo de três anos, 48 eventos associados à pneumonia foram relatados. Do total de 453 usuários de prótese, 186 pessoas( 41% do total de usuários analisados) desenvolveram maior risco de pneumonia, justamente aqueles que não removiam as próteses antes de dormir. Pesquisadores intitularam o estudo da Journal of Dental Research de “Denture Wearing during Sleep Doubles the Risk of Pneumonia in the Very Elderly.” (“Uso de prótese durante o sono duplica o risco de pneumonia em pessoas muito idosas.”) Este estudo fornece evidência empírica de que o uso da prótese durante o sono está associado não somente à carga inflamatória ou à microbiota oral, mas também com a pneumonia incidente, dizem as Associações Americanas e Internacionais de Pesquisa Odontológica (International and American Associations for Dental Research), em um comunicado à imprensa. As próteses são aparelhos removíveis que podem substituir dentes perdidos e ajudar a restaurar sorrisos. Assim como os seus dentes, as dentaduras devem ser escovadas diariamente para remover partículas de alimentos e biofilme, aconselha a American Dental Association. Visite o site da ADA MouthHealthy.org para maiores informações sobre dentaduras e higiene em dentaduras. Clique aqui para ver artigos arquivados da ADA .
Ao colocar uma prótese nova é preciso alguns dias na adaptação da fala. É como se estivesse usando um sapato novo, é preciso se adaptar. Foto: Shutterstock
As dentaduras são boas opções para quem perdeu os dentes. Além do sorriso, a prótese tem papel fundamental para a pessoa comer e falar normalmente. Mas, antes de chegar à plena adaptação, é possível que haja algumas dificuldades.
03dentadura
Algumas pessoas queixam que a dentadura está frouxa, mas pode levar algum tempo até que os músculos das bochechas e da língua aprendam a mantê-las em posição. Outros problemas comuns são o aumento de salivação, irritação e feridas. A boa notícia é que, na maioria dos casos, esses problemas são passageiros. Para facilitar é aconselhável seguir algumas recomendações, inclusive para se alimentar. O melhor é dar preferência a alimentos moles cortados em pedaços pequenos e evitar alimentos quentes ou duros e ossos ou cascas com pontas afiadas. Mastigar dos dois lados evita que as dentaduras se desloquem. Volte à sua dieta gradualmente. Para ajudar na fala, ler em voz alta e repetir palavras complicadas são boas dicas. Falar devagar evita que a dentadura faça barulho. E se a prótese escorregar, a reposicione mordendo delicadamente e engolindo. O importante é fazer o acompanhamento com o dentista logo depois de colocar a dentadura periodicamente. O cirurgião-dentista, Mauro Piragibe, consultor científico da Associação Brasileira de Odontologia (ABO), deu algumas dicas para conviver bem com os novos dentes. 1- Manter a prótese com boa higienização. Escová-la sempre após as refeições com a escova dental e pasta de dente. A prótese acumula alimentos e isso provoca mau hálito. 2- Sempre retirar a prótese ao dormir, mantendo-a em um recipiente com água. A remoção faz com que a gengiva “descanse”. 3- 5 anos é um bom período para troca, mas é aconselhável uma consulta no dentista de seis em seis meses ou anualmente. A desadaptação com o passar do tempo é normal. 4- Ao colocar uma prótese nova é preciso alguns dias na adaptação da fala. É como se estivesse usando um sapato novo, é preciso se adaptar. 5- O uso de pastilhas efervescentes na higienização da prótese ajuda na limpeza. É um coadjuvante na higienização.
01dentadura
Cinco truques ensinam a conviver bem com a dentadura Manter a prótese com boa higienização. Escová-la sempre após as refeições com a escova dental e pasta de dente. A prótese acumula alimentos e isso provoca mau hálito.Sempre retirar a prótese ao dormir, mantendo-a em um recipiente com água. A remoção faz com que a gengiva descanse.Cinco anos é um bom período para troca, mas é aconselhável uma consulta no dentista de seis em seis meses ou anualmente. A desadaptação com o passar do tempo é normal. Ao colocar uma prótese nova é preciso alguns dias na adaptação da fala. É como se estivesse usando um sapato novo, é preciso se adaptar.O uso de pastilhas efervescentes na higienização da prótese ajuda na limpeza. É um coadjuvante na higienização. Manter a prótese com boa higienização. Escová-la sempre após as refeições com a escova dental e pasta de dente. A prótese acumula alimentos e isso provoca mau hálito. Foto: Shutterstock