Arquivo da categoria: vídeo

Você realmente sabe o que é placa bacteriana?

placa-bacteriana2

Dentes brancos, alinhados e brilhantes são um grande indicativo de saúde, boa autoestima e cuidado pessoal, enquanto problemas em sua superfície são altamente indesejáveis e podem até trazer maiores complicações para nosso organismo. Bactérias presentes ali podem migrar para outras partes do corpo e trazer sério problemas que seriam facilmente evitáveis com uma saúde bucal satisfatória.

Você sente seus dentes ásperos, diferentes ou com pontos irregulares? Cuidado, você possivelmente está com acúmulo de placa bacteriana! Quer saber o que é isso e como prevenir e tratar esse mal? Veja abaixo. Sua saúde agradecerá!

O que é a placa bacteriana?
A placa bacteriana nada mais é do que um acúmulo de bactérias sobre a estrutura dos dentes, que ocorre em decorrência de restos alimentares e partículas de saliva que vão se acumulando sobre os dentes e também nas outras partes da boca, como a língua e parte interna das bochechas. Isso é um processo natural que ocorrerá sempre e você deverá removê-lo pela adequada higienização do local, com uso de escova, fio dental, pasta de dentes e enxaguantes bucais.

Quando essa remoção não é feita adequadamente e em curtos intervalos de tempo, aí sim se cria a patologia – o acúmulo indesejável –, e isso pode se transformar em tártaro, uma acumulação de coloração amarelada que só poderá ser removido pelo dentista. Uma série de sintomas também podem vir com a placa, tais como cáries, doenças gengivais e o temido mau hálito.

Como posso evitá-la?
Como citamos acima, a correta higiene bucal já é suficiente para evitar o surgimento dessa placa. Compre escovas de boa procedência, invista em pastas de dente de boa qualidade e torne sua utilização um hábito frequente (três vezes ao dia é o mínimo recomendável por muitos dentistas).

Lembre-se que a língua deve ser escovada também! O fio dental é outro fator que não pode ser esquecido, pois o acúmulo de comida entre os dentes, que não é satisfatoriamente removido pela escovação, pode dar início ao processo de formação do tártaro. Os enxaguantes bucais também são um bom coadjuvante para finalizar a higienização e nos deixar livres do máximo possível de bactérias na região.

Em termos de alimentação, regular a ingestão do açúcar refinado, alimento favorito dessas bactérias nocivas que formam a placa, ajudará no combate a esse mal. Opte por balas dietéticas e adoçantes do uso diário.

Como fazer para eliminá-la?
Se você proceder com a higiene correta, como ensinado acima, não terá problemas com placa bacteriana. Contudo, caso já esteja com a formação do tártaro, você só conseguirá removê-lo adequadamente em um dentista (mas o ideal é não permitir chegar a tanto).

Quais outros problemas a placa pode causar?
Além do mau hálito, cáries e problemas gengivais, estudos apontam que pessoas que não removem as placas bacterianas de maneira adequada são mais suscetíveis a desenvolverem problemas cardiovasculares, diabetes e infecções, especialmente do aparelho digestivo

Agora que você sabe como evitar essa mal e todas as complicações que ele pode trazer, não brinque com sua saúde. Tenha uma higiene bucal adequada e fuja de problemas mais sérios. Na saúde bucal como na vida, prevenir é muito melhor do que remediar.

Explicando a doença periodontal

“Doenças periodontais, incluindo gengivite e periodontite, são infecções sérias que, se não tratadas, podem causar a perda dentária. A palavra periodontal significa literalmente “ao redor do dente”. A doença periodontal é uma infecção bacteriana crônica que afeta as gengivas e o osso que suporta os dentes .

A doença periodontal pode afetar um ou vários dentes. Esta doença inicia quando a bactéria presente na placa (película viscosa e incolor que constantemente se forma sobre os dentes) começa a inflamar a gengiva.

Na forma mais branda da doença, a gengivite , a gengiva se torna vermelha, inchada e sangra com facilidade. Nesta fase, há pouco ou nenhum desconforto. A gengivite é causada por higiene oral inadequada, e é reversível com tratamento profissional e uma boa higiene oral doméstica.

Há indícios que a gengivite não tratada pode evoluir para periodontite . Com o tempo a placa pode se espalhar e crescer por baixo da gengiva. As toxinas produzidas pela bactéria da placa irritam a gengiva. Essas toxinas estimulam uma resposta inflamatória crônica, onde nosso organismo se volta contra si próprio, e os tecidos e o osso que suporta os dentes são atacados e destruídos. As gengivas se separam dos dentes, formando bolsas periodontais (espaços entre os dentes e as gengivas) que se tornam infeccionadas. A medida em que a doença (periodontite) avança, as bolsas se tornam cada vez mais profundas, e mais tecido gengival e osso são destruídos. Este processo destrutivo apresenta sintomas bastante brandos. Eventualmente, os dentes podem apresentar mobilidade, e ter de ser extraídos.”

Fonte: IBRAPERIO Instituto Brasileiro de Periodontia